Autoridade dos Mercados Financeiros (FMA) | Definição e História


A Autoridade dos Mercados Financeiros é a espinha dorsal regulatória do mercado financeiro da Nova Zelândia, garantindo o cumprimento das regras e regulamentos por parte de todos os participantes do mercado.

As regulamentações financeiras são cruciais para tornar estável o ambiente económico de qualquer nação. Todas as nações têm autoridades reguladoras financeiras que supervisionam o funcionamento dos mercados de ações e de outras instituições. Autoridade de Mercados Financeiros, também chamado de FMA, é um desses órgãos na Nova Zelândia. 

Autoridade dos Mercados Financeiros (FMA) em poucas palavras

  • A Autoridade dos Mercados Financeiros supervisiona o cumprimento dos regulamentos financeiros nos mercados de ações da Nova Zelândia.
  • Criado em 2011, garante transparência e equidade no sistema financeiro do país.
  • Regula as indústrias, educa os consumidores e licencia corretores para garantir a estabilidade e a confiabilidade do mercado.
  • A FMA também regulamenta a negociação de opções binárias na Nova Zelândia, exigindo que os corretores obtenham licenças para operação.

O que exatamente é a Autoridade de Mercados Financeiros (FMA) da Nova Zelândia?

A Autoridade dos Mercados Financeiros supervisiona se as bolsas de valores funcionam de forma transparente no país. Verifica todos os participantes do mercado e garante o cumprimento das leis. 

Esta autoridade pretende estabelecer um sistema de mercado justo e eficiente na Nova Zelândia. Faz de tudo para que o mercado de ações da Nova Zelândia se torne um paraíso de investimentos para investidores

Toma ações legais contra várias empresas fraudulentas e corretores no país. Assim, é preciso o máximo cuidado para que a confiança dos investidores na economia da Nova Zelândia permaneça intacta. 

A história da Financial Markets Authority (FMA)

Declaração de missão da Autoridade de Mercados Financeiros da Nova Zelândia (FMA)

A autoridade foi resultado de diversas discussões e da necessidade de reformas. Foi criado em 2011 como regulador dos mercados financeiros. 

Esta autoridade é uma autoridade independente da coroa. Tem como foco a tarefa de fazer com que as bolsas de valores e as corretoras estejam em conformidade com as leis. Assim, a autoridade coloca os interesses do consumidor acima de tudo. 

A FMA também contribui para a prosperidade econômica da Nova Zelândia. Ele conduz o mercado na direção certa e garante sua estabilidade. Assim, investidores e traders se sentem seguros ao investir no mercado de ações da Nova Zelândia.

O Papel da Autoridade de Mercados Financeiros (FMA)

A Autoridade dos Mercados Financeiros desempenha um papel muito importante na gestão da economia. Vejamos alguns de seus papéis. A FMA ajuda a alcançar as seguintes coisas no mercado financeiro da Nova Zelândia:

  • Regula e monitora as indústrias para garantir que elas sigam o código de conduta e as leis estabelecidas. Também verifica se os participantes do mercado tratam os clientes e os comerciantes de forma justa. 
  • Ele faz cumprir as leis e verifica se há alguma contravenção por qualquer parte. Se uma parte violar suas leis e regulamentos, ela tomará medidas rigorosas contra esses inadimplentes. 
  • A FMA educa os consumidores, fornecendo-lhes informações precisas de tempos em tempos. Esta informação ajuda os comerciantes e investidores a tomar decisões informadas. 
  • A autoridade também procura esclarecer qualquer confusão sobre os padrões da indústria. Ele orienta as indústrias sobre como devem tratar os clientes de forma justa. 
  • O maior papel é licenciar as corretoras e instituições financeiras e regulá-las. Também verifica os produtos financeiros que trazem e sua autenticidade. 

Portanto, a FMA não é uma autoridade qualquer. É uma autoridade sobre o funcionamento eficiente da qual depende o destino dos mercados financeiros da Nova Zelândia. Assim, protege e preserva o sistema financeiro do país. Ele trabalha para torná-lo estável e dependente dos investidores.  

A Autoridade dos Mercados Financeiros regulamenta as Opções Binárias?

Sim, a Autoridade dos Mercados Financeiros (FMA) regulamenta a negociação de opções binárias em Nova Zelândia. Como organização governamental responsável pela supervisão dos serviços financeiros e dos mercados de capitais do país, a FMA impõe regulamentações rigorosas aos corretores que operam na Nova Zelândia. Esses corretores são legalmente obrigados a obter uma licença de emissor de derivativos da FMA. Os traders podem negociar opções binárias com confiança, escolhendo corretores respeitáveis licenciados pela FMA ou selecionando um dos corretores offshore recomendados.

Aqui estão alguns corretores que operam na Nova Zelândia que são regulamentados pela Autoridade de Mercados Financeiros (FMA) e são recomendados para negociação de opções binárias:

  • Quotex: Uma corretora de opções binárias licenciada que oferece uma plataforma moderna, diversas opções de pagamento e uma ampla gama de instrumentos negociáveis.
  • IQ Option: Com mais de uma década de experiência, IQ Option oferece uma interface amigável, diversas opções de ativos e recursos educacionais para traders.
  • Olymp Trade: Reconhecida por seus bônus e promoções, a Olymp Trade oferece uma variedade de tipos de contas e ativos, atendendo tanto a traders iniciantes quanto a traders experientes.
  • Pocket Option: Confiável desde 2017, o Pocket Option oferece bônus de depósito, uma conta demo e uma interface amigável com vários métodos de pagamento disponíveis.

Sobre o autor

Percival Knight
Percival Knight é um trader experiente de Opções Binárias há mais de dez anos. Principalmente, ele negocia negociações de 60 segundos com uma taxa de acerto muito alta. Minhas estratégias favoritas são usar castiçais e fugas falsas

meios de comunicação